e-Commerce fatura R$ 3,02 bilhões em 5 dias

Avaliação do Usuário

Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa
 

e-Commerce fatura R$ 3,02 bilhões nos últimos 5 dias de novembro

Um crescimento de 44% em relação ao mesmo período do ano passado, que vai da quinta-feira anterior à Black Friday (26/11) até a a Cyber Monday (30/11), segundo a e-Bit.

A edição 2015 da Black Friday injetou no e-commerce brasileiro R$ 3,02 bilhões, considerando o período que vai da quinta-feira anterior à Black Friday (26/11) até a a Cyber Monday (30/11). O valor representa um crescimento de 44% em relação a 2014. Foram realizados 5,8 milhões de pedidos no total, um volume 24% maior que no mesmo período de 2014, com ticket médio de R$ 521, alta de 16%.

“Mesmo diante de um cenário econômico desfavorável no Brasil, podemos afirmar que a Black Friday foi um sucesso no e-commerce em 2015. O ritmo de compras foi intenso durante todos os dias do evento. Apenas na sexta-feira, mais de 1,6 milhão de consumidores aproveitaram as ofertas, com um gasto médio de R$ 980 por pessoa”, afirma André Ricardo Dias, diretor executivo da E-bit.

A E-bit apurou também que a satisfação dos e-consumidores em relação ao “preço do produto” aumentou, se comparado a outubro. Os 73% de “satisfeitos e muito satisfeitos” subiram para 77%, nesses dias de ofertas especiais (período de quinta a segunda-feira).

“Notamos que os consumidores definitivamente adotaram os dispositivos móveis durante a Black Friday. No total, mais de 11% das vendas foram realizadas por smartphones ou tablets, sendo que durante alguns períodos do dia o percentual chegou a 17% das vendas“, afirma o executivo.

Cyber Monday

Somente nesta segunda-feira, o resultado das vendas foi de R$ 294 milhões, um crescimento nominal de 56% em relação à Cyber Monday do ano passado, segundo a e-Bit. Com 679 mil pedidos (alta de 24%), o ticket médio ficou em R$ 433 (26% maior).

“O curioso foi que, apesar de a Cyber Monday ter surgido para elevar as vendas em produtos de Eletrônicos, as outras categorias se sobressaíram nas vendas, o que mostra que muitas pessoas ainda aproveitaram esse dia extra além da Black Friday para comprar o que não havia conseguido nos dias anteriores”, comenta o executivo.

O número é maior que o divulgado pela ClearSale, que se baseia apenas no movimento das lojas cadastradas pela Busca Desconto, organizadora de ambos os eventos, Black Friday e Cyber Monday. De acordo com a ClearSale, a segunda-feira de descontos movimentou R$ 196,19 milhões, a partir 518,962 mil pedidos. Já o ticket médio alcançou a marca de R$ 378,05.

Em relação a fraudes na Cyber Monday, a ClearSale informa o número de fraudes evitadas. No total, R$ 1.369.300,35 foram evitados em perdas.

Para Juliano Motta, diretor geral da CyberMondayBrasil.com.br, os dados são positivos. “Apesar da Cyber Monday não ter tanta tradição no Brasil como a Black Friday, pudemos observar pela primeira vez um esforço maior dos varejistas para trazer uma boa experiência de compra”, comenta.

Segundo Omar Jarouche, gerente de inteligência estatística da ClearSale, a exposição contribui diretamente para o faturamento da data. “A Cyber Monday ainda não é vista como uma big date. Porém, a tendência é que esse cenário mude e nos próximos três anos, a Cyber Monday atinja o patamar da Black Friday, assim como nos Estados Unidos”, afirma.

Número de Visitantes

4656
HojeHoje21
OntemOntem15
SemanaSemana112
MêsMês378
TotalTotal4656
Seu IP54.162.166.214
© 2017 Digirio Web & Design. All Rights Reserved.